FIES com nome sujo: Saiba se é possível!

O Financiamento Estudantil, conhecido pela sigla FIES, auxilia jovens de baixa renda entrar no ensino superior. Mas antes de tentar entrar no programa é preciso saber se você tem direito. Pode fazer FIES com o nome sujo? Saiba mais a seguir.


Que possui direito ao Fies?

O programa de financiamento estudantil do Ministério da Educação visa beneficiar exclusivamente jovens e adultos de baixa renda na busca do seu primeiro diploma. Um dos pontos importantes a se ressaltar é que quem já possui uma graduação não tem direito a tentar o FIES. O programa serve apenas para o primeiro diploma.
Possuem direito a fazer parte do FIES:
  • Estudantes do ensino médio finalizando os estudos ou já com concluintes com renda familiar de até um salário mínimo e meio;
  • Bolsistas parciais do ProUni para financiar o resto do valor da mensalidade;
  • Estudantes que fizeram a prova do Enem sem tirar nota zero na redação e menos de 4.5 na parte teórica de múltipla escolha;
  • Todos os estudantes matriculados em licenciatura.
Estando devidamente incluído em todas as categorias acima o aluno pode se cadastrar no programa e tentar a sua vaga. Infelizmente a mais cadastrados que vagas disponíveis no financiamento. Logo, todos os estudantes passam por um pequeno processo seletivo no sistema para serem escolhidos os que mais precisam.

Pode se cadastrar no FIES quem tem o nome sujo?

Uma boa notícia para os estudantes é que esta obrigatoriedade não existe mais. Mesmo estando com o nome no SPC ou Serasa por alguma dívida financeira é possível ser aprovado no FIES.

O Ministério da Educação entendeu que restringindo aos possuidores de idoneidade financeira, muitos estudantes deixavam de ingressar no ensino superior através do programa. Isso porque a realidade de alguns realmente não foi das melhores e pelos mais diversos motivos podem ter chegar ao cadastro de devedores do mercado.
A única diferenciação para quem está no SPC ou Serasa e tentar realizar as inscrições FIES 2017 e não poder usar o mecanismo de fiança solidária convencional. Estudante com alguma dívida no mercado precisam como fiado optar pelo Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC).

Como a dívida do FIES é paga?

O estudante possui até 18 meses após a conclusão do curso para quitar o seu débito com o programa. Durante o seu período de estudos deve pagar apenas os juros da dívida em pequenas parcelas mensais cobradas por boleto bancário ou débito em conta.
O pagamento deve ser em parcela única. Caso estudante não consiga quitar estará em dívida com união e os juros começam a ficar bem mais altos. A indicação do programa é a preparação para a quitação do débito o mais rápido possível para evitar problemas futuros.
Os estudantes podem financiar qualquer curso de nível superior tecnológico com programa. Possuem privilégios professores da rede pública de ensino e concluintes do ensino médio interessados em licenciatura.
Os interessados devem se inscrever no site do FIES clicando aqui. A página virtual realiza o pré-cadastro. Todos os documentos informados devem ser comprovados pessoalmente caso haja aprovação deste cadastro prévio.

You Might Also Like

0 comentários